O QUE PRECISO SABER PARA CONSULTAR AS RUNAS

Texto do amigo e runemal Robson Madredeus Carvalho o qual compartilho.

Muitas pessoas me procuram para aprender a ler e trabalhar com as runas mas este texto é para você que vai buscar uma consulta com as runas, pois nessa história cada um tem suas responsabilidades.

Antes de tudo é fundamental lembrar que as runas são a linguagem sagrada dos deuses e não devem ser consultadas para assuntos sórdidos, como pessoas que gostam de tomar o tempo de um profissional com perguntas que já sabem a resposta afim de testa-lo, dentre outras tolices que existem por aí. As runas querem despir sua alma e dar uma vestimenta verdadeira para ela, então se for consulta-las esteja preparado(a) para ouvir o que não esperava. Separei em alguns tópicos temas que podem lhe ajudar a tirar um melhor proveito de uma leitura rúnica.

“EU MESMO A MIM MESMO”
O oráculo é antes de tudo um ponto de encontro consigo, no poema Havamal Odin fala de seu auto sacrifício para encontrar as Runas como sendo de si para si “sjalfr sjalfum mér” (eu mesmo a mim mesmo, Havamal 138). Então, seja para destrinchar questões acerca da vida financeira, amorosa, saúde etc o consulente está indo até o oráculo para saber de si. Naturalmente ele é atravessado por outras pessoas, pois o mundo é uma grande teia, mas mesmo quem procura as runas para saber do filho, amante, amigo, chefe ou seja lá quem for está na verdade aprendendo sobre si.
As runas nos mostram que cada indivíduo é responsável por seu próprio destino, logo, não há vítima. As escolhas do passado te trouxeram ao presente assim como as escolhas feitas agora abrem o caminho na direção do futuro. Na cosmogonia nórdica as deusas do destino são Urd (aquilo que foi ou passado), Verdandi (aquilo que está se tornando ou presente) e Skuld (aquilo que está por vir ou futuro) e tanto Urd como Skuld olham na direção de Verdandi pois no presente concentra-se o fruto do passado e a semente do futuro. Você é o presente e em ti concentram-se o fruto e a semente. Suas perguntas direcionam as respostas do oráculo assim como suas ações criam sua realidade.

AS RUNAS SABEM O QUE VOCÊ PRECISA
As runas têm personalidade própria e sabem melhor que o cliente o que ele precisa ouvir naquele momento. Muitas vezes você as procura para saber do seu futuro em um emprego e recebe informações importantes sobre sua espiritualidade, uma possível viagem ou mesmo um novo amor. Pode ocorrer até delas desviarem o foco inicial da consulta para enfatizar um outro tema importante porém ignorado por você. Por isso muitas vezes algo que sai em uma consulta às runas só vai fazer real sentido depois de alguns meses, em alguns casos pode-se passar até um ano ou mais, isso significa que os mistérios ali revelados, apesar de já estarem escritos, ainda estavam ganhando forma no plano material.

PEGADINHA RÚNICA
Tem um ponto muito recorrente na consulta às runas que é uma espécie de pegadinha, para exemplificar é mais ou menos assim: numa consulta sobre a mudança para a casa nova as runas alertam “a casa nova é boa, mas cuidado com festas, pode ter problemas aí” o consulente pode não se identificar porque não dá festas em casa ou ela é pequena demais para isso, no entanto o tempo passa ele descobre que tem um vizinho festeiro e problemático. Essas pegadinhas acontecem porque as runas estão falando de algo que o consulente ainda não pode nem imaginar, está no futuro, associando com as experiências atuais ele não encontrará referências. Um outro motivo é o desconhecimento do runemal sobre o tema, ele não sabe se o cliente gosta ou não de dar festas, isso nem importa muito, existem problemas que chegam através de uma festa, a mensagem foi dada. Pela minha experiência pessoal com as mensagens que foram mais “certeiras” para os clientes foram aquelas que para mim não faziam o menor sentido e as vezes naquele instante até para o cliente, mas semanas ou até meses depois recebo uma mensagem dele espantado com as confirmações que surgiram.

QUANDO AS RUNAS NÃO QUEREM FALAR
Os motivos de um oráculo parecer confuso ou simplesmente fechar a visão do oraculista podem ser muitos mas no geral envolve a própria energia do consulente. Na minha experiência com as runas já ocorreu algumas vezes delas resolverem não falar com o cliente e quando pergunto o motivo elas são enfáticas em mostrar que ele não queria ouvir o que tinha para ser dito ou tenderia a distorcer a mensagem. Claro que o ambiente, a preparação do oraculista e uma série de outros fatores são relevantes. Pode ocorrer dos guias espirituais do consulente não permitirem a leitura, por inúmeros motivos. Pode haver uma interferência energética ou até mágica que bloqueie o oráculo para que algo específico não seja descoberto. Existem algumas ferramentas que podem ser utilizadas durante a própria consulta para ajudar a desfazer qualquer interferência que esteja fechando o jogo, se não der certo naquela hora é melhor nem tentar mesmo, neste caso o oraculista pode consultar sozinho as runas para entender o motivo e se há uma outra forma do atendimento acontecer, algumas vezes basta mudar o local que a coisa flui.

INFORMAÇÃO É RESPONSABILIDADE
Abrir um oráculo é uma grande responsabilidade para o oraculista e para o cliente. No caso das runas toda vez que abertas elas não simplesmente trazem uma combinação de possíveis interpretações, runas são códigos mágicos, que ao serem sorteadas são também acionadas e passam então a atuar mais livremente. O consulente ganha uma responsabilidade em cada revelação feita. Se você descobre que tem alguém querendo lhe roubar passa a ser sua responsabilidade cuidar melhor de suas coisas, se você é avisado de uma doença se aproximando deve procurar um médico e cuidar melhor de sua saúde, os oráculos sempre nos comprometem de alguma forma e ter uma informação vinda dos deuses e ignorá-la é entendido como um desrespeito que pode fortalecer ou enfraquecer certas possibilidades.

SUAS ESCOLHAM MOLDAM SEU DESTINO
No geral as runas mostram as possibilidades que estão latentes pelas escolhas que o indivíduo fez anteriormente, algumas coisas dificilmente poderão ser mudadas mas nada é totalmente impossível de ser mudado e isso ocorre no sentido positivo e negativo. Se as runas dizem que um casal tende a ser feliz mas que um deles deve apenas controlar o ciúme e este não o faz, este pode ocupar o lugar da felicidade e mudar o rumo das coisas. Se elas dizem que há grandes tormentas mas que ocorrem devido a postura atual do indivíduo, caso ele mude realmente sua postura as tormentas podem sumir. Não é tão simples como parece mas nossa frequência interna define nosso destino e se alteramos ela, alteramos o destino.

PAGAR OU NÃO PAGAR EIS A QUESTÃO
Esse tema é tratado com polêmica, mas na verdade é muito simples. Muitos oraculistas entendem seu trabalho como uma forma de ajudar o outro e usam isso para acertar alguma dívida espiritual ou pessoal, apesar de mais cômoda (para o cliente) essa prática não deve ser entendida como um ideal.
Além de questões muito básicas como o tempo do oraculista, seu empenho, dedicação e investimentos para dominar o oráculo existem questões muito mais profundas por trás da cobrança de um serviço oracular. Esse textão todo é para lhe ajudar a tirar o melhor proveito de uma consulta e de que maneira podemos garantir nos níveis consciente e inconsciente que você está de fato comprometido com seu autoconhecimento na hora de pedir a ajuda das runas e não simplesmente ocupando o precioso tempo do runemal? Quando você paga por isso. O pagamento pela consulta é talvez o maior benefício que o cliente pode ter.
Estudo as runas desde os meus 15 anos e atendo desde os 18, num certo momento senti que apesar das revelações se confirmarem elas acabavam não ajudando as pessoas que esqueciam tudo e quando lembravam era tarde já que não faziam o que era indicado. Até que um amigo mais experiente me explicou o motivo “claro Robson, elas não pagam, pra elas é só uma brincadeira” aos poucos fui começando a cobrar e percebi que quanto mais caro eu cobrava mais as pessoas se comprometiam com o que ouviam e mais benefícios tiravam. Depois de um tempo, por determinação de meu guia rúnico fui então orientado a atender somente mediante o pagamento da consulta, que evoluiu qualitativamente. O preço da consulta é algo muito pessoal e pode variar de cliente para cliente mas é fundamental que ele se comprometa de alguma forma.
O pagamento traz muito mais benefícios ao consulente que ao oraculista. Quando paga ele mostra que confia, deposita sua energia e assume uma responsabilidade com as runas, elas então tratam de auxiliar o cliente por seu comprometimento.

CONCLUSÃO
Para concluir gostaria apenas de lembrar que no fim das contas as runas escolhem você, elas lhe chamam, cabe a você aceitar o chamado, abrir os olhos e os ouvidos para receber o que elas vêm lhe oferecer. Algumas vezes clientes me procuram para agradecer por mensagens recebidas anos atrás e que eu naturalmente não lembrava mas que me encanta perceber o quanto uma única consulta pode trazer informações que anos depois ainda serão úteis e necessárias.

Sowelus!

Anúncios

Sobre a 1°Conferência Brasileira de Runas

18527848_1345153402242919_2035914649058860177_nNo último dia 13 de Maio, tivemos um encontro incrível na cidade de Ribeirão Pires/SP. Sob um lindo dia de Sol e céu azul aconteceu a 1° Conferência Brasileira de Runas.

Foram 9 meses de planejamento e com alegria posso dizer que este primeiro encontro foi um sucesso. Tivemos vários nomes do paganismo brasileiro compartilhando conhecimento. Iniciamos com um belo coffe break e em seguida  Francine Dershner dando uma aula de história sobre as runas e os povos do norte, desfazendo alguns enganos e trazendo luz a diversas questões. Bandrui e Liz Elhaz fizeram uma linda abertura com um cântico anglo saxão ao som do tambor. Em seguida Liz falou sobre a magia das runas dentro do seu trabalho com a cosmetologia, abordando encantamentos e terapias. Robson Madredeus falou sobre as runas como chave da consciência, tema importantíssimo para um melhor desempenho das runas usadas na magia e em terapias de reequilíbrio energético.  Complementando esse tema Allan Marante falou sobre O poder da palavra e do som no uso das rúnar e nos ensinou a forma correta de fazer uso dessa ferramenta.

Bandrui nos trouxe como assunto em sua palestra o Seidr, “forma de magia que sabemos ter existido dentro do contexto religioso das culturas nórdicas” em suas palavras, nos contando várias experiências pessoais, e também esclarecendo que Seidr não é sinônimo de Asatru, Vanatru ou Odinismo (algo que concordo totalmente). Mauricio Ferreiraa abrilhantou nosso evento trazendo não uma palestra, mas uma vivência com as runas, fazendo uma leitura coletiva entre todos os convidados, trazendo mensagens importantes do subconsciente coletivo e claro dos deuses das runas.

Wagner Perico falou sobre sua tradição, a wanen. A wanen tem como culto principal a deusa Freyja, também conhecida como Mardoll, porém nosso palestrante deixou claro que isso não significa que eles não gostem de Odin, apenas que Ele não está em seu culto principal. Sobre as runas ele esclareceu que não acreditam, não fazem a leitura invertida das runas e também não usam a runa branca (eu também não uso inversão e a runa branca).

E para fechar tivemos a ilustre presença de Andreas Axikerzus Sahjaza (Lord A) falando sobre seus estudos de Johanes Bureus e as Nobres Runas e também algumas práticas do Círculo Strigoi uma discreta sociedade fundada por ele para o estudo e a prática da Cosmovisão Vampyrica, herdeira do legado Sahjaza iniciado nos anos 70 nos EUA e em seguida o encerramento com os exercícios de STADHAGALDR para harmonização de todos.

Além de palestras tivemos uma feira pagã com excelentes produtos ligados às runas e as práticas pagãs, bem como acessórios e cosméticos, entre outros. Em nossa praça de alimentação delicioso hot dog e risoto, cerveja artesanal e hidromel, que claro não poderia faltar.

Foi um bom dia, de clima amigável e agradável, em um local abençoado pelos deuses no meio da natureza.  Houve troca de conhecimento e interação entre todos, e boa comida, boa bebida, leitura das runas, e claro muita alegria.

Foi um dia incrível, onde tenho certeza, que os deuses das runas sentiram-se honrados e felizes.

Para entender mais sobre o evento e de como surgiu tudo isso sugiro a matéria da querida Sônia Apolinário (curta a página dela):

 https://soniapolinario.wixsite.com/sonia/single-post/2017/05/12/Confer%C3%AAncia-sobre-runas-leva-m%C3%ADsticos-bruxas-e-magos-%C3%A0-cidade-paulista

Para ver fotos:  https://www.facebook.com/media/set/?set=a.1346280452130214.1073741834.1088799307878331&type=1&l=acf9857add

Para acompanhar as novidades:

Facebook: https://www.facebook.com/conferenciabrasileiraderunas/

Instagram: https://www.instagram.com/conferenciaderunas/

Twiiter: https://twitter.com/cb_runas

Informações, sugestões e criticas entre em contato pelo e-mail: conferenciaderunas@gmail.com

E fique ligado que a segunda edição já tem data para acontecer! Será em 23 e 24 de Junho de 2018.

Te vejo por lá!

Ligia Raido

Jornada Rúnica Coletiva

Há pouco tempo atrás participei da jornada rúnica desenvolvida pelo querido amigo e runemal Robson Madredeus, inspirado por um exercício de tarô pela também amiga Pietra Luna.

Hoje a bruxa e runemal Liz Elhaz Oliveira traz este exercício de modo que todos possam participar. Basta acompanhar as publicações em sua página no Facebook e fazer suas reflexões.

A cada dia será colocada uma pergunta com três opções de runa como resposta. Vocês vão ler a pergunta do dia, escolher uma das runas que estará virada para baixo e mais tarde haverá um texto para reflexão para cada uma delas para que você possa interpretar a escolha de sua intuição!

O Robson e a Liz estarão palestrando na 1° Conferência Brasileira de Runas que acontece em 08/04/2017 em Ribeirão Pires/SP. Adquira seu convite e venha conversar conosco sobre a jornada rúnica.

1 Conferência Brasileira de Runas

Para quem me acompanha nas redes sociais já percebeu que tenho voltado todas as minhas energias à realização da 1° Conferência Brasileira de Runas. Mas do que se trata? O que é esse evento afinal?

A 1° Conferência Brasileira de Runas nasceu do desejo de reunir amantes, estudiosos, e profissionais deste oráculo, para compartilhar conhecimento. Trocar ideias, saberes, e vivências e claro para aquele networking básico. Trata-se de um dia inteiro voltado ao universo das runas.

Eu falo mais detalhadamente sobre aqui: https://soundcloud.com/ligiaraido/1-confer-ncia-brasileira-de

E sem mais delongas…

O evento ocorrerá em 08/04/2017 e o local escolhido para esse encontro é o Hotel Estância Pilar, que fica na cidade de Ribeirão Pires – SP. Com todo conforto e infraestrutura para celebrar esse encontro histórico, dispondo de rede wi-fi e coffe break inclusos.

Para quem vem de carro oferecemos estacionamento incluso no convite.

Para quem vem de transporte público vir com a CPTM até a estação Ribeirão Pires, e do centro temos a linha de ônibus Vila Bonita que para em frente ao local do evento. Também se pode optar pelo táxi ou ainda pelo Uber que está rodando na cidade e saí em valor bem camarada. É só baixar o aplicativo, e se cadastrar, para novas contas utilize nosso código promocional 2wfqd87yue e aproveite os descontos.

Para conferir a programação e adquirir seu convite acesse:

bit.ly/conferenciaderunas

Convites limitados!

Te vejo lá!

Participação no Programa Consciência Rúnica

Segue minha participação no Programa Consciência Rúnica*conversando um pouco sobre o universo das runas e sobre a 1° Conferência Brasileira de Runas que vai rolar em 08/Abril/17.

Startfm-oficial: http://radiostartfm.com.br/
Consciência Rúnica

ᚠ Consciência Rúnica é sobre religare sem religião, é sobre individuação, expansão, descobertas e aventuras conscienciais ᚠ