Skáldskaparmál 42-43 (Edda em Prosa)

Skáldskaparmál (Linguagem da Poesia) é a terceira parte da Edda em Prosa de Snorri Sturlusson e consiste de um diálogo entre o jötunn (gigante) Ægir e Bragi, o Deus poeta. Bragi ensina os significados dos kenningar (teorias) sobre várias coisas usadas na mitologia e na arte poética dos escaldos para Ægir.

Skáldskaparmál 42-43

40-Conhecimento Para Ouro.

Como o ouro seria referido? Assim, por chamar isso de fogo de Ægir e agulhas de Glasir, cabelos de Sif, fita de Fulla, lágrimas de Freyja, fala e voz e palavra dos Jötnar, gotas de Draupnir e chuva ou chuvisco de Draupnir e olhos de Freyja, pagamento de Otr, pagamento forçado dos Æsir, semente de Fýrisvellir, monumento funerário de Hölgi, fogo de todas as águas e mãos, pedra e rocha ou brilho das mãos.

41-Os Æsir Recebem Uma Festa De Ægir.

Por quê o ouro é chamado de fogo de Ægir? A saga relata isso, que antes tinha sido narrada, que Ægir foi para uma festa em Ásgarðr, mas quando ele estava para retornar ao lar, então ele convidou Óðinn e todos os Æsir para visitar-lo no tempo de três meses. Para essa jornada foram primeiro Óðinn e Njörðr, Freyr, Týr, Bragi, Viðarr, Loki, e também as Ásynjur Frigg, Freyja, Gefjun, Skaði, Iðunn, Sif. Þórr não estava ali. Ele estava percorrendo o caminho leste matando Trolls. Quando os deuses se sentaram em seus assentos, então Ægir deixou trazerem ouro brilhante para o pavimento do salão, isso era exibido e iluminava o salão igual fogo, e isso ali era a luz perante eles no banquete, que no Valhöll eram espadas em vez de fogo. Então Loki discutiu ali com todos os deuses e matou o servente de Ægir, aquele que é chamado Fimafengr. O outro servente dele era chamado Eldir. Rán era o nome da esposa dele, e suas filhas eram nove, assim como antes foi escrito. Nessa festa tudo se fazia sozinho, ambos alimento e cerveja e todos serviços, que eram necessários para a festa. Então os Æsir se tornaram cientes disso, que Rán possuía uma rede, que ela apanhava todos os homens, quando viessem ao mar. Agora há essa saga, de onde isso vem, que o ouro é chamado de fogo ou luz ou brilho de Ægir, Rán ou das filhas de Ægir. E dessas descrições que agora estão estabelecidas, o ouro é chamado de fogo do mar e todos os nomes, assim como Ægir e Rán tinham nomes associados com o mar e por isso o ouro é agora chamado de fogo das águas ou dos rios e de todos os nomes de rios. Mas esses nomes possuem passagens com outras referências, que os jovens escaldos tinham composto depois exemplos de velhos escaldos, ainda que estão em seus poemas, eles aumentaram, mas isso porém se parece com isso, que antes foi escrito, assim como os lagos são os mares, os rios são os lagos, os riachos são os rios. Por isso tudo que são chamados de figura de linguagem, quando os nomes se encontram maiores que antes, e tudo se parecem tão bem com isso, e com forma natural. Assim disse o escaldo Bragi:

102. Fogo eu recebi do rei, do mar com bebida; isso me deu o Fjölnir da montanha, para mim a abundancia do rei.

42-Do Bosque Glasir.

Por que o ouro é chamado de agulhas ou folhas de Glasir? Em Ásgarðr perante as portas do Valhöll fica um bosque, que é chamado de Glasir, e suas folhas são todas de ouro vermelho, assim que é cantado aqui:

103. Glasir fica, com folhas de ouro, perante o salão de Sigtýr. Esse é o mais belo bosque entre os Deuses e homens.

43-Dos ferreiros filhos de Ívaldi e o Dvergr Sindr.

Por que o ouro é chamado de Cabelo de Sif? Loki Laufeyjarson, fez isso por astúcia, cortou todo o cabelo de Sif. Mas quando Þórr soube disso, ele agarrou Loki, e teria quebrado todos os ossos dele, logo ele jurou isso, que ele conseguiria dos Svartálfar, que eles fariam cabelos de ouro para Sif, e que deveria crescer como outro cabelo. Depois disso, Loki viajou até os Dvergar, chamados de filhos de Ívaldi, e eles fizeram o cabelo e Skíðblaðnir e a lança, que Óðinn possuí, que é chamada Gungnir. Então Loki apostou sua cabeça com o dvergr, chamado Brokkr, que o irmão dele, Sindri, não seria capaz de fazer três outros tesouros igualmente tão bons como aqueles eram. Mas quando eles vieram para a forja, então Sindri colocou uma pele de suíno na forja e pediu para Brokkr soprar-la e não parasse antes que ele a tira-se da forja, o que ele tinha colocado ali. Em seguida ele saiu da forja, enquanto o outro soprava, então pousou uma mosca sobre sua mão e picou, mas ele soprava como antes, até que o ferreiro tirou da fornalha, e era um javali, e tinha as cerdas de ouro. Depois disso ele colocou ouro na forja e pediu para ele não parar de soprar até que ele voltasse. Ele saiu. Mas então veio a mosca e pousou sobre o pescoço dele e picou depois mais forte que antes, mas ele soprava, até que o ferreiro tirou da forja um anel de ouro, chamado Draupnir. Então ele colocou ferro na forja e ordenou a ele que soprasse e disse, que a forma seria inútil, se o sopro falha-se. Então pousou a mosca entre os olhos dele e picou sua pálpebra, mas o sangue correu para o olho, assim ele não pode ver, então ele passou a mão rapidamente, enquanto o sopro do fole diminuía, e espantou a mosca e então chegou ali o ferreiro e disse, que chegou perto de toda forma ser inútil, que estava na forja. Então ele pegou um martelo da forja. Então ele colocou todos os tesouros na mão de seu irmão Brokkr e pediu para ele viajar para Ásgarðr e reclamar a aposta. Mas quando ele e Loki trouxeram adiante as riquezas, então os Æsir se sentaram em seus assentos de julgamento e a sentença disso seria determinada por Óðinn, Þórr e Freyr. Então Loki deu a lança Gungnir para Óðinn, o cabelo a Þórr, o qual Sif usaria, a Freyr Skíðblaðnir e disse todo o conhecimento dos tesouros, a lança nunca seria parada quando arremessada, os cabelos ficariam crescendo na carne, logo que eles viessem a cabeça de Sif, o Skíðblaðnir teria ventos favoráveis, logo que a vela fosse levantada, para onde fosse a direção, mas poderia ser dobrado como um guardanapo e ser carregado numa pequena bolsa, se desejar. Então Brokkr trouxe adiante seus tesouros. Ele deu a Óðinn o anel e disse, que a cada nove noites cairiam dele oito anéis de peso igual a ele. A Freyr ele deu o javali e disse, que ele podia correr através do ar e água,de noite e de dia, mais rápido que qualquer outro cavalo, e nunca haveria noite tão escura ou em Myrkheimr (Mundo da Escuridão), que não houvesse luz suficiente, onde ele fosse; tal era o brilho de suas cerdas. Então ele deu o martelo á Þórr e disse, que ele poderia golpear com quanta força que ele deseja-se, tudo que estivesse na frente dele, e o martelo não quebraria, e se ele o atira-se, então ele nunca se perderia e nunca voaria tão longe, que não pudesse retornar a mão dele, e se ele deseja-se, então ele ficaria tão pequeno, que poderia ser usado na camisa dele. Mas isso tinha uma falha, o cabo era bastante curto. Essa foi a decisão deles, que o martelo era o melhor de todos os tesouros e a melhor defesa contra os hrímþursar, e na decisão deles, o dvergr tinha ganho a aposta. Então Loki ofereceu um resgate por sua cabeça,mas o dvergr disse, que não havia esperança para isso. “Me pegue então”, disse Loki, mas quando ele desejou pega-lo, então ele estava muito longe. Dessa vez Loki tinha os sapatos, que podia correr sobre o ar e água. Então o dvergr pediu a Þórr, para pega-lo para ele, e ele assim o fez. Então o dvergr desejou cortar a cabeça dele, mas Loki disse, que ele tinha sua cabeça, mas não seu pescoço. Então o dvergr tomou uma correia e faca e desejou fazer um buraco no lábio de Loki e desejou amarrar junto a sua boca, mas a faca não furava. Então ele disse, que era melhor que seu irmão furador estivesse ali, e imediatamente ele foi chamado, então ali o furador estava, e furou os lábios dele. Ele amarrou os lábios juntos, e costurou as extremidades de Loki. Essa correia, que na boca de Loki estava amarrada, se chamava Vartari.

Essa tradução foi feita por Marcio Alessandro Moreira (Vitki Þórsgoði).Tentei manter-me fiel na tradução e em preservar os nomes originais contidos no poema.® 2009 E-mail:asatruar42@hotmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s