Quais são as vertentes do Paganismo Nórdico?

Ao elaborar este texto com base em anos de pesquisas procurei elucidar algumas das mais corriqueiras dúvidas a respeito das diferentes formas de culto e práticas com os Deuses do panteão escandinavo; segundo meu ponto de vista.

Heathen:

Literalmente é uma palavra que significa não cristão, em português pagão e sua origem vem antigo inglês e old norse.

Por ser um termo de originário da língua inglesa, escandinava e germânica, é o preferido pelos pagãos que seguem vertentes dessas culturas ou tem sua língua nativa com base nelas.
Por esse termo abranger as religiões de cunho pagão nórdico é o favorito entre seus seguidores para se descreverem.

Existem grupos de reconstrucionistas que usam o termo e baseiam a sua religião nos escritos medievais sobre os deuses e mitos dos nórdicos, germânicos e povos anglo-saxões.

Praticam a tolerância à diversidade e afirmam que no Paganismo Nórdico, todos os deuses são dignos de adoração.

O termo foi popularizado na última década por Nigel Pennick , que o usa para descrever as religiões européias.

Referem-se a ele como um conjunto de religiões populares naturais e pagãs dos povos do norte da Europa, principalmente as tribos de língua germânica e seus descendentes , como os anglo-saxões , os noruegueses , dinamarqueses , suecos , finlandeses, islandeses, escandinavos , alemãs e frísios.

Acredito que os grupos Heathen usam esse termo justamente para mostrar que abarcam toda cultura e mitologia existente sobre os Deuses do Norte da Europa.

Logo o termo Heathen (pagão) engloba as religiões que serão listadas abaixo (Odinismo e Asatrú).

Odinismo:

É uma a mais antiga das formas de neo paganismo europeu.

Odinismo é uma das vertentes reconstrucionistas do paganismo escandinavo pré cristão, que visa o culto aos as divindades escandinavas (tendo o culto a Odin em principal foco) e a ancestralidade pessoal.

A origem dessa vertente remonta a religião dosVikings de origem escandinava (Noruega, Suécia, Dinamarca, Islândia).

Sua influência chegou a outras partes da Europa, incluindo a Escócia, Irlanda e Inglaterra.

Levando em consideração que os povos escandinavos como outras sociedades tribais tinham uma tradição oral, a principal fonte de informações validade teologicamente por esse reconstrucionismo vem das Eddas (compilação criada em prosa por Snorri Sturluson). Onde são relatas as sagas, histórias e mitos desde a cosmogenesis nórdica a criação humana, feitos de heróis e deuses. As eddas não são a única fonte para esse amplo universo.

Os seguidores desta religião cultuam através de rituais sazonais (relacionados a dualidade de inverno/ verão) as divindades do panteão nórdico (Aesir e Vanir), os ancestrais de suas linhagens, os espíritos da terra onde vivem e os grandes heróis das sagas nórdicas.

A pioneira no Odinismo foi Else Christensen (1913 / 2005) também chamada de Folk Mother e fundou a verdadeira Irmandade Odinistaem 69 que evoluiu até a organização hoje chamada de AFA.

Asatrú:

É também uma das vertentes reconstrucionistas do paganismo escandinavo pré-cristão, que visa o culto as divindades escandinavas e a ancestralidade pessoal.

É fundamentado nas Nove Virtudes, como o Odinismo, se foca no culto aos Deuses Aesir e aos aliados da família. Porém também respeitam e o cultam aos Deuses Vanir como Freyr, Freya e Njord e, alguns cultuam gigantes como Loki, Skadi,Jord, Aegir como no Odinismo.

Este nome foi criado em meados do século XIX por acadêmicos escandinavos como uma forma erudita de se referir à religião pagã. A palavra em nórdico antigo pode ser traduzida como fé nos Aesir.

Sveinbjörn Beinteinsson(1924/ 1993) fundou o primeiro grupo Asatrú em 1960, o Íslenska Ásatrúarfélagið.

No início de 1970 o governo islandês reconheceu o Asatrú legalmente como uma fé garantindo seus direitos sociais. Na Dinamarca e Noruega em 2003.

Odinismo e Asatrú quase não diferem em crenças e práticas. No meu ponto de vista esse desdobramento ocorreu por conta de idéias raciais.As divisões que acabaram sendo necessárias, pela própria natureza das pessoas envolvidas com o Paganismo Germânico, inclusive para distinguir extremistas de não extremistas.

Existe o termo Asatru-Vanatru que surgiu da necessidade de englobar na nomenclatura da religião tanto os Aesir quanto os Vanir, mas na pratica ambos já eram cultuados.

Vanatru:

Encontrei em minhas pesquisas alguns grupos e solitários que se denominam Vanatru e tem seu culto voltado somente aos Vanir. Pessoalmente acho difícil cultuar só uma das famílias, visto que existem Deuses que são filhos de Aesir com Vanir, Jötunn com Aesir e vice versa.

Obs.:Aesir e Vanir são famílias que de acordo com Snorri Sturluson conviviam pacificamente até que entraram em guerra e após esta guerra voltaram a conviver pacificamente.

Rokkatru:

Abby Helasdottir da Nova Zelândia criou o termo Rökkatru, para aqueles cujo foco principal são os gigantes da mitologia nórdica que em sua maioria são inimigos aos Aesir e Vanir e representam as forças caóticas da natureza e do ser humano.

Aqueles que se identificam como Rökkatru não se dizem obscuros ou maus, não se dizem racistas e nem acreditam que o culto aos Jötunn (gigantes) seja errado.

Existem teorias de que os Jötunn eram os Deuses do Norte antes dos Aesir e Vanir, e que assim os três panteões de Deuses devem ser igualmente respeitados. O que não foi provado historicamente.
Os seguidores do Asatrú e Odinismo abominam o culto aos gigantes inimigos de seus deuses. Dão sua devida importância a alguns deles que não são inimigos, mas, não reconhecem este culto somente aos gigantes como válido.

Alguns dos gigantes que são reconhecidos pelos Odinistas e Asatruares são: Jord a terra, Aegir o mar, Hell Deusa dos mortos e outras divindades que apesar de serem consideradas Aesir são filhos de gigantes com Aesir, como Thor e Odin.

Observações:

Alguns Deuses do Panteão Rokkatru: Hela, Loki, Angrboda, Sigyn, Fenris, Jormundgand, Narviand Vali, Surt

Alguns Deuses do Panteão Odinista, Asatru e Vanatru ou Heathen : Odin, Freyja, Frey, Frigga, Thor, Balder, Hel, Nerthus, Njord

Não existe embasamento histórico, até o momento sobre Rokkatru e Vanatru.

Tive muita, mas muita ajuda mesmo de um amigo que não quer ser citado…..pena….mas respeito sua vontade.

Termino o texto com uma observação sobre os grupos brasileiros de Odinismo e Asatrú.

Em sua maioria são tribalistas que aceitam membros independente de etnia, gênero, cor ou nível social desde que se ganhe, conquiste a confiança dos demais membros do clã (Kindred) ao qual está pleiteando adentrar.

Após entrar, firmará sua ligação fraternal com os mesmos e os Deuses por meio de juramentos de mútua confiança, sob a presença do Gohdi (sacerdote) do Clã.

Bençãos de Donnar, Tyr e Sunna

Autor: Helena Pereira

Postado em: https://www.facebook.com/groups/203042573100110/permalink/702495703154792/

Anúncios

Um comentário sobre “Quais são as vertentes do Paganismo Nórdico?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s